Day-by-day

baby

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Ao vivo e cores...

Como há coisas que não dão para explicar contadas, deixo-vos uma amostra do menino João a falar com a gata e com os brinquedos, e a gatinhar. Quer dizer, não é bem gatinhar, parece mais uma minhoca. Mas isto é uma coisa de dias, porque a minũ está a tratar disso!

video

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Novidades...

Já era altura de actualizar o blog com umas coisitas do João. Nos últimos tempos os upgrades têm sido mais que muitos. Ele vai fazendo coisas novas de dia para dia.
  • A nível físico o peso já começa a ficar mais equilibrado, pelo menos já não está a engordar na mesma proporção dos últimos meses.
  • Quanto a dentes já se contam 6, dois em baixo e quatro em cima, todos bem de fora.
  • Para dar trabalho a tanto dente já vai trincando pãozinho e umas bolachas, e a sopa já não é passada, mas triturada. Pode-se dizer que come muito bem e nunca diz que não a nada e se fizer cara feia é só na primeira colher, logo a seguir volta a abrir a boca. Desde os seis meses que as refeições dele são sistemáticas: biberão de leite quando acorda, sopa ao almoço, iogurte e bolacha ao lanche, fruta ao fim da tarde e leite antes de ir dormir. Pelo meio vai trincando bocadinhos de pão e bebendo água.
  • Já se mexe muito bem. Apesar de não saber gatinhar de joelhos, vai de um lado ao outro a arrastar-se como se fosse uma minhoca. Claro que este upgrade tem alguns inconvenientes, pois já consegue aceder a coisas que antes não conseguia (tomadas, gavetas, ...). Caminhar ainda não sabe, mas já fica de pé durante um bom tempo.
  • Com as mãos também já faz algumas habilidades: bate palminhas (muito bem), dá "tau-tau", faz miminhos, dá cinco ("give me five"), pede colo e com alguma insistência diz xau. Sempre que há música por perto ou alguém a cantar ele começa logo a dançar, nem é preciso pedir.
  • Falar ele fala, mas ainda à sua maneira. É um toca a palrar com os brinquedos, com os peixes do aquário, com a miñu. Parece que está sempre a dizer "olhá" e nós lá vamos respondendo olá. Mas acho que para as pessoas ele ainda não tenta falar, afinal de contas nós percebemos o que ele quer com choro e berros, porque havia de falar!?
  • Ele foi sempre muito simpático e continua a ser, sem dúvida, para toda a gente. Mas nos últimos dias decidiu que a mãe devia ter uma atenção especial e sempre que a vê faz logo questão de ir para o colo dela. Chega mesmo a fazer birra enquanto não tem a mãe. A mãe não acha muita piada porque não fez nada para isso acontecer, o pai fica cheio de ciúmes e diz que ele gosta mais da mãe e a opinião dos outros é que a mãe mima mais. Enfim, agora para adormecer ou para estar sossegado num sitio a mãe tem que estar longe da vista.
  • Gosta muito de brincar, principalmente com coisas que façam barulho e com bonecos que têm etiquetas. Já se habituou ao parque e consegue ficar por lá durante uma meia hora sem reclamar.
  • As horas de sono já reduziram substancialmente e durante o dia só vai fazendo 2 ou 3 sestas de 20 minutos cada. Para compensar dorme muito bem durante a noite toda (8/9 horas).
  • Quanto à saúde, ainda não recuperou da insistente bronquiolite. Vai tendo uns dias melhores, outros piores, com tosse e nariz entupido, mas sempre bem disposto e sem febres. Vamos mantendo os broncodilatadores e as nebulizações.




Passeio com os avós. Parecidos estes três, não!?


Dia da criança: a camisola que fez no infantário mais a "obra de arte" que os pais fizeram


Aniversário do meu Avô João



Primeiras sensações na praia


Dia da mãe: passado com a avó Lena e a mãe